sexta-feira, 30 de Novembro de 2012

queima do judas 2012 | making of

O registo do processo de criação e construção da Queima do Judas 2012, que decorreu no Centro de Memória de Vila do Conde, a 7 de Abril.


terça-feira, 12 de Junho de 2012

queima do judas 2012 | vídeo

O registo video do espectáculo Queima do judas 2012 realizado a 7 de Abril no Centro de Memória de Vila do Conde.





quinta-feira, 12 de Abril de 2012

Sentença

[ver em detalhe AQUI]
.
A Sentença é uma fanzine de distribuição gratuita, realizada no âmbito da 7.ª edição da Queima do Judas de Vila do Conde.
.
.
Coordenação Isaque Ferreira
Design Mário Rui Martins
Textos Alexandre Sá, António Pedro Ribeiro, Jesus Martins, Lino Ramos, Marta Boaventura Pinto, Mafalda Martins
Ilustração João Albino
.
Tiragem 150 exemplares

terça-feira, 10 de Abril de 2012

o testamento

Pois que não vos poderia deixar,
sem com a palavra vos maldizer...
E se pelas costas me tentam vender,
Com guerra vos vou amaldiçoar!

Qual justiça, lenta ou cega?
Qual balança, justa ou divina?
Se estou ferrado, vocês estão mais!
E porquê? ...ninguém vê patavina!

Comigo levo o dinheiro do mundo!
Vós que pobres nascesteis, pobres deveis
ficar!
e não há merkels, chineses ou mourinhos
que vos possam cá vir salvar!

… e vós actores, cineastas, escritores?
… e
funcionários, professores e pescadores?
… e
idosos, doentes, carenciados?
Não sejam piegas!!! E mantenham-se calados!

Não me interessa onde essa gente vai parar!
Nem que leve Portugal à detonação.
O importante, meus caros, é renegociar
renegociar dívida até à exaustão!

Sem subsídios, sem apoios, sem descontos,
com impostos, com IVAs, com retenções.
Deixo-vos o país inteiro aos tombos
e a minha conta e render milhões!!!

Se não sei por onde vou… ?
Ahhh sei sim, não há que duvidar!
Vou encontrar onde trabalhem mais
e onde menos lhes possa pagar!

Deixo-vos um país sem ministério,
Mas certamente com uma capital!
E não há cá nenhum mistério:
“A cultura é um sector fundamental”!... [risos]

Deixo-vos a crise e o fim-do-mundo
e alguns importantes Passos para dar,
mas para levar dois de uma cajadada…
Ainda têm vocês muito que andar!...

De pastel em pastel de nata,
e com ajuda dos sentados em Belém,
só se criarem um negócio-da-China
conseguirão salvar o país deste desdém…

Ao jovem Centro de Memória,
deixo excelsas exposições.
Oh cidade chegou a hora
De abrir aos teus artistas os portões.

Ao Régio, poeta da cidade,
ai que tamanha felicidade!
Deixo um crucifixo em ouro, peça divina
… penhorado ali na loja da esquina.

E até que a crise nos separe
deixo-vos Santa Clara a apodrentar.
E mais uns incêndios para os bombeiros
não terem senão de pedir apoio familiar!

À Nuvem Voadora e demais associações,
sugiro que arregacem a manga,
e com esta meia-dúzia de tostões
queimem o Judas e quem nos dá tanga.

É este o testamento: poesia para sonhar?!?
Uma vila e uma juventude combalida,
a meias com uma nação totalmente falida
e um futuro novo para inventar!..

Está na hora das despedidas
!
Mas não vou sem vos aconselhar:
não percam tempo Zé-Marias,
façam a mala e ponham-se todos a andar!!!

Judas, 2012